BLOG

BONÖ abre filial no Mato Grosso com foco em energia solar para o Agro

A Bonö Fotovoltaico, eleita pelo último Fórum de geração distribuída como a 2ª melhor empresa de energia fotovoltaica do Brasil em 2019, está intensificando a implantação de usinas solares em propriedades rurais, no Mato Grosso.

Fazenda São Caetano

Segundo o responsável pelas operações comerciais da Bonö no Centro-Oeste, o Head Comercial Nelson Orcioli, o poder público tem criado mecanismos de incentivo para o setor. No âmbito federal, o governo decidiu isentar os equipamentos de energia solar dos impostos de importação até o final de 2021. No âmbito estadual, o Mato Grosso acaba de aprovar a emenda que estabelece a isenção fiscal, para o uso de energia solar no estado.

“Embora as usinas fotovoltaicas proporcionem economia de energia comprovada, alguns produtores ainda têm dúvidas sobre as etapas do processo e os custos relacionados. Por isso, os incentivos fiscais, tendem a contribuir para a popularização do tema, o que pode resultar em novos projetos na região”, comenta Orcioli.

Head Comercial da Bonö Fotovoltaico – Nelson Orcioli

Hoje, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o Mato Grosso ocupa o 5° lugar no ranking de potência instalada. Entretanto, segundo Orcioli, ainda há grande potencial a ser explorado, principalmente pelo agronegócio, que poderá ter na energia solar um diferencial competitivo em relação aos custos de produção.

A empresa possui um corpo técnico focado em desenvolver soluções para as propriedades rurais e, neste sentido, vem criando usinas de energia fotovoltaica que têm a capacidade de abastecer 100% dos processos. Isso significa que uma propriedade rural pode utilizar energia solar para alimentar máquinas e equipamentos agrícolas, além de obter luz, calor, resfriamento ou ventilação nas instalações.

Dentre os projetos instalados no Mato Grosso, a Bonö é responsável por quatro das maiores plantas de energia solar do estado e do centro-oeste, são elas: Fazenda São José, Fazenda São Caetano, Fazenda Luciana e Fazenda Modelo em Primavera do Leste-MT.

Fazenda Modelo

Sustentabilidade econômica e ambiental

A potência total instalada, apenas nas usinas do Mato Grosso, é de 4 Megawatts (4.000 kWp). Esta potência é capaz de produzir energia o suficiente para abastecer em média 2.500 residências (que gastam até 150,00 reais mês). Em termos ambientais, essas quatro usinas solares evitarão a emissão de carbono em cerca de 20 mil toneladas ao ano. Ainda, para termos de comparação com outras fontes de produção de energia, essa redução da emissão de carbono, é equivalente a 3.225 árvores replantadas ao ano.

SOBRE A EMPRESA

Fundada em 2016, na cidade de Londrina, a Bonö Fotovoltaico é uma empresa jovem. No entanto, já é considerada a maior do Paraná e uma das maiores do país. O negócio foi criado por quatro jovens, que viram na energia solar a oportunidade de empreender e atender à crescente demanda do setor. Em 2019, expandiu sua região de atuação, e agora conta com uma filial em Primavera do Leste-MT.

Com mais de 650 projetos entregues e mais de 20 mil kWp instalados, a empresa viu seu faturamento disparar, fechando o ano de 2019 com 35 milhões de reais faturados. Em 2020, mesmo em meio à crise econômica, apresentou crescimento de 100%, comparando com o mesmo período do ano anterior.